CONTEÚDO



JULHO
Como os sonhos se tornam reais?


Sonhos precisam de fé para se concretizar. Porém, simplesmente acreditar que algo vai acontecer não é fé, é crendice. A fé se manifesta em obras: atitudes coerentes com aquilo em que se crê. De nada adianta alguém crer que um dia será um cirurgião renomado se nunca estudar e prestar vestibular para medicina. Quanto maior o sonho, maior o trabalho para concretizá-lo. Muitos adiam tanto o sonho que o sepultam consigo. Aprendi com o meu trabalho a dividir grandes tarefas em pedaços que possam ser digeridos diariamente. Frequentemente, sou obrigado a produzir ou corrigir centenas de páginas de texto. Normalmente, o prazo é curto (as editoras querem tudo para ontem). Se não há prazo, tenho de estabelecê-lo eu mesmo, senão me torno indisciplinado, acomodado. Falta de limites geralmente termina em tarefa não feita ou serviço malfeito, em cima da hora. Divido a tarefa pelos dias que faltam para o prazo final e sei quanto tenho de produzir a cada dia para cumprir o prazo. Sonhos sem data para acontecer são fantasias. Prazos devem gerar metas diárias, que devem ser cumpridas se quisermos ver o sonho acontecer. Não há como ser discípulo de Cristo sem tomar posse do sonho de Deus: salvar para si a humanidade perdida, para colocar nela a sua bondade e perfeição (sua glória). Se o sonho de Deus não está em nossa agenda, talvez não sejamos verdadeiramente discípulos de Cristo. Mas apenas crer no sonho de nada vale. A fé deve gerar atitudes que tragam este sonho para a realidade. Que metas você tem hoje para trazer a este mundo a glória de Deus?

Autor:   Josias Brepohl
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS LUZ E VIDA